Polícia Civil investiga morte de DJ após queda de trio elétrico na Parada da Diversidade

A Polícia Civil do Paraná instaurou um inquérito para investigar a morte de Laurize Oliveira, DJ que morreu após cair de um trio elétrico durante a Parada da Diversidade LGBTQIA+ nesta terça-feira (15). A mulher de 42 anos trabalhava no evento quando sofreu a queda e morreu a caminho do hospital.

O acidente aconteceu pouco tempo depois do início do evento, na Avenida Cândido de Abreu. “A PCPR está investigando o caso e realizando diligências para apurar as circunstâncias do fato. Oitivas estão sendo realizadas”, informou a instituição, em nota.

Várias testemunhas do caso devem ser ouvidas pela delegada Camila Cecconelo, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Responsável pela investigação do caso. O objetivo da apuração é entender se a situação aconteceu por acidente ou se houve algum tipo de negligência.

Existe a possibilidade de que o trio elétrico tenha passado embaixo de uma fiação baixa, o que teria levado à queda da DJ. A informação ainda não foi confirmada oficialmente pelas autoridades.