Polícia descarta latrocínio e procura grupo que agrediu professor no centro de Curitiba

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando a morte do do professor José Rodrigo Angelo Souza, 41 anos, agredido e esfaqueado na noite de quinta-feira (28), no centro de Curitiba.

De acordo com a delegada Thatiana Guzella, neste primeiro momento, a Polícia Civil (PC) não trabalha com a hipótese de latrocínio, apenas de homicídio.

Segundo a delegada, a princípio, as pessoas não conheciam a vítima e fizeram as agressões para defender a namorada do professor.

Segundo o relato da namorada de José, o casal estava andando e falando alto na rua. Nesse momento, um grupo de pessoas começou a gritar com o professor, dizendo para deixar a mulher em paz. Logo após, começaram as agressões.

José tinha passagens pela polícia, mas a investigação não acredita que a morte do professor tenha relação com a situação.

Leia mais