Polícia divulga foto de suspeito de matar mulher em ônibus de Curitiba

A Polícia Civil confirmou nesta sexta-feira (25) o nome do principal suspeito de matar uma mulher dentro de um ônibus durante a tarde desta quinta-feira (24) no bairro Mossunguê, em Curitiba. Wesllen Vitorino de Araújo Silva teria dado uma facada no pescoço de Samantha Mantovani Muniz, de 35 anos, depois que ela interferiu na briga do suspeito com um vendedor ambulante dentro do transporte coletivo.

De acordo com a polícia, Wesllen está em liberdade provisória e já responde por outro caso de homicídio. Em 2021, ele teria assassinado um vizinho durante uma discussão por causa de som alto e chegou a ser preso, mas foi autorizado a responder ao processo em liberdade.

O homem ainda não tinha sido encontrado até a publicação desta matéria, mas já há um mandado de prisão expedido contra ela. A Polícia Civil pede a ajuda da população com informações que auxiliem na localização do procurado.

As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos telefones 197, da Polícia Civil, 181, no Disque-Denúncia; ou 0800 643 1121, diretamente à equipe de investigação.

O crime

Em entrevista à equipe da Rede Massa, o motorista do ônibus que foi palco do crime disse que um vendedor de cocadas estava discutindo com um passageiro do coletivo por um suposto desacerto comercial. A mulher tentou interferir na confusão e acabou atingida no pescoço. O ônibus fazia a linha Centenário x Campo Comprido, no bairro Mossunguê. Passageiros gravaram a discussão e flagraram o momento em que o assassino parte para cima da vítima.

Leia mais: