Polícia identifica um dos suspeitos de matar grávida e outras duas pessoas na Portelinha

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) identificou um dos atiradores que matou três pessoas, entre elas uma mulher grávida de sete meses, na terça-feira (18), na Comunidade Portelinha, em Curitiba.

As vítimas foram identificadas como Débora Rodrigues, 32 anos; Juliana Aparecida, 26 anos; e Matheus Pereira da Silva, 22 anos.

O delegado Thiago Nóbrega, responsável pelo caso, acredita que o crime pode estar ligado ao tráfico de drogas. Segundo ele, as mulheres estavam na comunidade há cerca de um mês. Antes, elas moravam em Campo Largo.

A polícia não descarta a hipótese de que elas já tenham se mudado na tentativa de fugir de uma facção rival.

De acordo com a investigação, os três tinham histórico de envolvimento com o tráfico.