Sinal 5G chega em Curitiba em agosto

Curitiba vai começar a receber o sinal da quinta geração de redes móveis (5G) em agosto, segundo informações do Ministério das Comunicações. A estimativa é que com o 5G a velocidade de navegação na internet seja 100 vezes mais rápida do que a oferecida atualmente pelas bandas 4G, além de comunicações sem atrasos e novos serviços de cidades inteligentes.

O presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Cris Alessi, prevê que Curitiba irá dar um salto no processo de transformação digital do município e do setor produtivo, já iniciado há seis anos com ações do Vale do Pinhão, movimento que une a prefeitura e todo o ecossistema de inovação no desenvolvimento de soluções inovadoras. “As redes de quinta geração são apontadas como uma infraestrutura com potencial de revolução, tanto para a indústria 4.0 quanto para o processo de adoção de novos serviços de cidades inteligentes”, justifica ela.

Luminária 5G

Além das antenas 5G Standalone da TIM, outros testes para uso da nova tecnologia já vêm sendo feitos na capital paranaense. Curitiba é a primeira cidade do mundo a receber uma luminária inteligente com antena 5G integrada. A tecnologia inédita, que faz parte do programa Conecta 5G, permitirá a implementação de redes inteligentes até o fim do ano, além de testes de aplicações da quinta geração móvel para melhorar a gestão urbana e impulsionar a economia local.

Os testes com a luminária com antena 5G começaram em junho e é uma parceria da Prefeitura de Curitiba com o Ministério das Comunicações, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a operadora Ligga Telecom.

A primeira fase do Conecta 5G em Curitiba prevê a realização de testes da tecnologia, com duração de 36 meses, que serão feitos nas faixas de frequência que não entraram no leilão de 5G da Anatel. Nessa etapa, a luminária oferecerá a rede 5G para conexões entre equipamentos urbanos, como semáforos inteligentes, e aplicações empresariais. O cidadão não terá acesso ao sinal 5G, mas poderá usufruir de uma internet de alta qualidade, a partir da rede wi-fi instalada também no equipamento.

A transmissão do sinal do 5G requer a instalação de, pelo menos, cinco vezes mais antenas em relação à quantidade utilizada pelo 4G. Com as luminárias inteligentes do Conecta 5G, os municípios resolvem a questão de infraestrutura porque podem instalar a tecnologia nos postes de iluminação pública, possibilitando a transmissão do sinal de um poste ao outro em uma distância de cinco metros.

O Conecta 5G atenderá, além de Curitiba, Maceió (AL); Juiz de Fora (MG); Ceará-Mirim (RN); Petrolina (PE); Araguaína (TO); Jaraguá do Sul (SC); Picos (PI); Sorocaba (SP); Paraipaba (CE); Pato Branco (PR); Foz do Iguaçu (PR); Parauapebas (PA); e Canaã dos Carajás (PA).

O futuro com a tecnologia 5G

Uma internet mais rápida e com menor latência. Assim costuma ser explicado o 5G, mas a tecnologia trará outros benefícios para a população e as empresas:

  • Conexões mais rápidas: a quinta geração das redes móveis poderá ter downloads de até 20 Gb/s (gigabits por segundo). A velocidade vai ser tão impressionante ao ponto da pessoa baixar um filme em uma plataforma de streaming em dois ou três segundos.
  • Baixa latência garantirá comunicação em tempo real: a rede 5G também possibilitará comunicações sem atraso. Um neurocirurgião que está em Curitiba, por exemplo, poderá realizar uma operação em tempo real em um paciente nos EUA.
  • Tudo estará conectado: a tecnologia viabilizará a implementação da Internet das Coisas (IoT),  que permite a conexão de dispositivos à internet em todo o mundo.  Assim, do trabalho será possível acionar a cafeteira em casa.
  • Cidades inteligentes: combinada a tecnologias, como big data, inteligência artificial e IoT, a nova geração de internet também tornará viável mais serviços de cidades inteligentes, como semáforos inteligentes, que poderão controlar melhor o fluxo de carros e pedestres e reduzir os congestionamentos nas grandes cidades.
  • Indústria 4.0: a maior conectividade e o menor tempo de resposta com o 5G vão permitir o uso de máquinas inteligentes e a comunicação em tempo real entre diferentes equipamentos, através do IoT. A tecnologia vai revolucionar a indústria em todos os campos (manufatura automatizada, agricultura de precisão e transportes), inclusive permitindo uma cadeia totalmente inteligente e integrada, com maior eficiência, agilidade e, consequentemente, menores custos.

Informações da Prefeitura de Curitiba