Suspeito de matar casal no Tatuquara é preso na RMC; filha das vítimas presenciou o crime

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu nesta terça-feira (22) um suspeito de matar a tiros um casal no bairro Tatuquara, em Curitiba, em setembro deste ano. A prisão foi realizada em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana.

Na residência do suspeito, a polícia apreendeu carregador, munições, material para embalagem de droga e R$ 1,3 mil.

O homem possui passagem policial pelos crimes de roubo, porte ilegal de arma e receptação.

O homicídio do casal está ligado com o tráfico de drogas, segundo a delegada Camila Cecconelo. As vítimas e o suspeito vendiam drogas entre si e o casal teria uma dívida.

Crime

As vítimas foram identificadas como Renato Ferreira Ruas, 36 anos, e Sandra Cândida Palhotti, 45. Eles forma mortos a tiros dentro da casa onde moravam, no Tatuquara. A filha do casal, de 5 anos, presenciou o crime.

De acordo com a Polícia Militar (PM), dentro da residência do casal havia diversas porções de drogas prontas para a venda, além de vários pés de maconha.

Após os fatos, um carro usado pelos atiradores foi localizado queimado, no bairro Umbará. As investigações apontaram que junto com o carro, outro veículo prestava apoio durante o homicídio, utilizado também para a fuga do suspeito.

Com informações da Polícia Civil