UniCuritiba oferece curso de português para refugiados da Ucrânia

Com a maior comunidade ucraniana no Brasil, o Paraná tem recebido nas últimas semanas refugiados da guerra entre a Rússia e Ucrânia. O Governo do Paraná já montou uma força-tarefa para receber esses grupos. O destino da maioria é Prudentópolis, onde estima-se que 75% dos moradores sejam descendentes de imigrantes ucranianos.

Seja qual for o local que eles escolherem para se instalar, o UniCuritiba está mobilizado para ajudar no atendimento, orientação e capacitação dos refugiados.

Entre as ações do Centro Universitário Curitiba estão o curso online e gratuito de língua portuguesa para imigrantes e refugiados que, a partir de agora, atenderá também os ucranianos. As aulas são ministradas por estudantes e professores voluntários. Além disso, está em tradução uma cartilha sobre os direitos dos refugiados e imigrantes no Brasil.

A iniciativa é da Cátedra Sérgio Vieira de Mello, da qual o UniCuritiba faz parte por meio de um convênio de cooperação com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

Coordenada pela professora de Relações Internacionais Natali Hoff, a Cátedra promove atividades de ensino, pesquisa e extensão acadêmica em assuntos relacionados ao refúgio e à imigração.

Capacitações em gestão e marketing

O professor Jorge Augusto Feldens, supervisor do Núcleo de Pesquisa e Extensão Acadêmica, conta que além das ações da Cátedra, o UniCuritiba está fechando uma parceria com o Vale do Pinhão e a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação. O objetivo é oferecer treinamentos na área de gestão e marketing para que os refugiados ucranianos possam empreender na região.