Você sabe quais são e como funcionam os tratamentos do câncer de mama?

O câncer de mama, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), faz cerca de 60 mil novos casos só no Brasil, sendo o segundo tipo de câncer mais incidente em mulheres. Atualmente, muitos tipos de câncer são curados, desde que tratados em estágios iniciais, o que reforça a importância do diagnóstico precoce. Por isso, é importante realizar alguns exames para detectar o câncer de mama o mais cedo possível.

Segundo o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), o câncer de mama tem até 95% de chance de cura, quando descoberto no início. Essa cura depende do tratamento e o tratamento varia a cada caso, tudo depende do estágio em que foi descoberto e das características biológicas de cada paciente. Conheça alguns tratamentos:

Tratamentos locais

São os tratamentos utilizados nos primeiros estágios do câncer, nos quais é possível realizar uma intervenção cirúrgica e continuar o tratamento de forma localizada.

Cirurgia:

A cirurgia para remoção dos tumores das mamas tem por objetivo a retirada do tumor primário e dos linfonodos axilares, se necessário. O objetivo é deixar as margens de ressecção livres da doença. Sendo assim, pode ser feita a quadrantectomia (mastectomia parcial), que é quando retira apenas as partes da mama em que há presença de tumor, ou então a cirurgia de mastectomia radical modificada, que faz a retirada total do seio.

Radioterapia:

Normalmente indicado para mulheres que realizaram a mastectomia, o tratamento utiliza a radiação ionizante para eliminar ou impedir a propagação das células cancerígenas. A aplicação acontece somente no local onde havia tumor e a quantidade de sessões necessárias varia caso a caso.

Tratamentos sistêmicos

Normalmente utilizados em casos de metástase (quando o câncer corre o risco de se espalhar para outras partes do corpo) ou em tumores maiores, esses tratamentos podem utilizar remédios e hormônios para eliminar e evitar a propagação das células.

Hormonioterapia:

Alguns tipos de câncer de mama são estimulados por hormônios sexuais femininos. A terapia endócrina (hormonioterapia) busca impedir que esses hormônios atuem sobre os receptores existentes no tumor. É um tratamento mais específico, quando existe a detecção desses receptores.

Quimioterapia:

Talvez o tratamento mais conhecido para o câncer, a quimioterapia busca eliminar e impedir o crescimento das células cancerígenas, por meio da aplicação de remédios por via intravenosa ou oral. O tratamento varia conforme o tipo do tumor, idade do paciente, e características hormonais de desenvolvimento da doença.

Somente um médico oncologista poderá dizer qual o melhor tratamento para cada caso, após estudar a paciente e o tumor. Para evitar o desenvolvimento da doença, é possível adotar alguns métodos de vida mais saudáveis e manter uma rotina de atividades físicas.

Inovações

O médico José Clemente Linhares, chefe do Serviço de Ginecologia e Mama do Hospital Erasto Gaertner, parceiro do Grupo Massa no projeto Outubro Rosa Ligga, conta que em breve teremos novidades no tratamento.

A inovação no tratamento é trazida pela incorporação de uma nova classe de drogas aos protocolos do Sistema Único de Saúde (SUS), os chamados inibidores de ciclina. “Esse avanço deve entrar para consulta pública em breve. É uma inovação que modificou a história natural do câncer da mama.”

Grupo Massa apresenta: Outubro Rosa Ligga

Em outubro, o Grupo Massa realiza uma mega campanha de conscientização sobre o câncer de mama, é o Outubro Rosa Ligga. Este ano, a campanha está na sua 6ª edição e contará com o tradicional show beneficente, no dia 23 de outubro, com diversos artistas nacionais na Arena da Baixada. O valor arrecadado no evento será destinado ao Hospital Erasto Gaertner, referência no tratamento do câncer no Brasil.

Nesta edição, grandes cantores nacionais estão se unindo ao Grupo Massa nesta causa e para celebrar a vitória das mulheres que enfrentaram a luta contra o câncer estarão presentes Naiara Azevedo, Felipe Araújo, Thaeme e Thiago, Paula Fernandes, Ana Castela, Rick e Renner, Roberta Miranda, Yasmin Santos, Humberto e Ronaldo, Ícaro e Gilmar e para encerrar este grande evento, Eduardo Costa. Em 2019 o Outubro Rosa Grupo Massa reuniu 25 mil pessoas na Arena da Baixada, e este ano a expectativa é que o evento seja ainda maior.

Este grande projeto do Grupo Massa é patrocinado pela Ligga, Nissei, Havan, Odonto Excellence e Mili e tem apoio do Instituto Massa, Hospital Erasto Gaertner e da Fundação Athletico Paranaense.

Serviço: Outubro Rosa Ligga

  • Local: Arena da Baixada
  • Endereço: Rua Buenos Aires, 1260 – Água Verde, Curitiba (PR)
  • Data: 23/10/2022
  • Hora: abertura dos portões 12h – início dos shows 14h
  • Ingressoshttps://ingressos.athletico.com.br/