Denúncia via 181 leva à prisão suspeito de transporte de palmito ilegal no Litoral do Estado

Uma denúncia anônima registrada no Disque-Denúncia 181 deu início a uma investigação sobre extração ilegal de palmito em Guaratuba, no Litoral do Estado. Mais de 352 cabeças de palmito foram apreendidas durante diligências do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) na quinta-feira (3).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, após receber denúncia pelo 181, a equipe da Rotam, com apoio da Agência de Inteligência Local (ALI), abordou um veículo que transportava ilegalmente as cabeças de palmito.

Após a localização do veículo, a equipe se dirigiu a uma área de mata nativa localizada na Baía de Guaratuba, onde foi confirmada a extração ilegal de palmito jussara, espécie ameaçada de extinção.

No local, foi aplicado Auto de Infração Ambiental (AIA) no valor de R$ 105,6 mil e o suspeito foi preso em flagrante pelo BPAmb. Ele foi encaminhado à autoridade competente, assim como o veículo e a carga irregular, que foram apreendidos.

OPERAÇÕES – Diversas operações estão previstas para novembro sob comando do Batalhão de Polícia Ambiental, integradas com o Disque-Denúncia 181, promovendo ciclos de fiscalizações de maneira constante em diferentes regiões do Estado. Cabe ressaltar a importância da participação do cidadão por meio das denúncias no 181, que subsidiam as fiscalizações ambientais.

COMO DENUNCIAR – O contato com as forças policiais pode ser feito por telefone, discando 181. A ligação é gratuita. Também é possível registrar a denúncia pela internet, onde deve ser preenchido um formulário com as informações sobre o crime. Tanto pelo telefone quanto pela internet, é possível manter o anonimato.

As informações são da AEN.