Dupla envolvida em roubo a fazenda morre em tiroteio com a PM

Dois homens morreram numa troca de tiros com policiais militares da Equipe Choque na noite desta quinta-feira (6) na BR-376, em Ponta Grossa. Eles eram suspeitos de participarem do assalto a uma fazenda na região do Pilarzinho, zona rural do município, e reagiram à abordagem da equipe depois de passarem por uma praça de pedágio desativada.

A dupla já vinha sendo monitorada pela Polícia Civil pelo envolvimento numa série de roubos de cargas e assaltos a propriedades rurais, e já era alvo de investigação há pelo menos dois meses. Depois do assalto ocorrido em Ponta Grossa nesta tarde, onde foram roubados dinheiro e espingardas, várias equipes policiais foram mobilizadas e logo o Voyage usado no crime foi encontrado na região do Alto do Amparo, mas estava vazio.

Os policiais permaneceram monitorando a região próxima ao pedágio até que os dois suspeitos chegaram em um veículo preto, entraram no Voyage e fugiram, mas foram perseguidos pelo Choque. Quando houve a tentativa de abordagem, perto da Ambev, os suspeitos desceram do carro atirando e foram baleados no confronto. Eles não resistiram oas ferimentos e morreram antes da chegada dos socorristas.

Perto dos corpos foram encontrados dois revólveres calibre 38 com munições deflagradas, além de dinheiro. Na casa do irmão de um dos mortos, foi encontrado o carro preto usado no assalto e mais seis armas. Todo o material foi apreendido e entregue na delegacia da Polícia Civil.

Os corpos dos suspeitos de 39 e 41 anos, ambos moradores de Carambeí, foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa e a identidade deles ainda não foi confirmada oficialmente.

Colaboração Ricardo Marcondes/Rede Massa.