23ª edição da Ecoflores vai movimentar Foz do Iguaçu a partir desta sexta

A Feira de Flores de Holambra e Árvores Frutíferas vai ser realizada entre os dias 2 e 11 de setembro de 2022 no Centro de Convivência do Idoso de Foz do Iguaçu. A TV Naipi | Rede Massa é a emissora oficial e apoiadora do evento.

A EcoFlores 2022 vai chegar com novidades neste ano. Além das tradicionais flores de Holambra, orquídeas e plantas diversas, a Feira que já é tradicional em Foz do Iguaçu também vai oferecer mudas de árvores frutíferas como limão, laranja e plantas enxertadas e já produzindo, entre outras.

Os visitantes poderão, além de passear pela exposição e comprar as plantas, aproveitar a gastronomia oferecida pelos feirantes da praça da Bíblia, que servem lanches e petiscos, e experimentar doces e produtos coloniais.

Sorteios

Este ano, quem participar da Feira vai concorrer prêmios especiais, como bicicleta, anel de ouro branco e duas diárias no Hotel Recanto Cataratas, com café da manhã e almoço, além de uma bolsa de 80% de desconto para qualquer curso de graduação na Unopar em Foz, além de outros brindes.

Voluntariado

O Rotary Club Foz do Iguaçu Três Fronteiras, organizador do evento, reuniu cerca de 50 voluntários na organização da EcoFlores 2022. Além disso, a instituição conta com o apoio da comunidade, que está convidada a comparecer à feira.

Orquídeas

O Orquidário Vale das Orquídeas, de Foz do Iguaçu, e o Viveiro de Mudas Daniluz, de São Jorge do Oeste, estão preparando os estandes com flores e plantas que serão comercializadas a valores acessíveis.

Promoção

A feira é promovida pelo Rotary Club Foz do Iguaçu Três Fronteiras em parceria com o Interact e o Rotaract, entre outros. Toda a renda será revertida para os projetos permanentes mantidos pelo clube, como a Fundação Rotária (20%), RC Conexão, Rotaract e Interact (15%) o Banco de Camas Hospitalares (7%), Projeto Foz Cidade Água (12%), o Projeto Ursinho para o Siate (6%), e para a Campanha Contra a Pólio, entre outros projetos.

Além disso, de forma inédita, foi estabelecido que 35% da renda será revertida para três entidades assistenciais: Associação Cristã para Deficientes Físicos (ACDD), a Comunidade Sagrada Família, que atende pessoas com dependência química e a Comunidade Viva Bia. A Uopecan também irá receber 5% do total arrecadado pelo Clube.