Corpo achado nas Cataratas é identificado como de turista canadense

Foi identificado neste final de semana por autoridades argentinas, o corpo encontrado às margens do Rio Iguaçu na semana passada. Por ter sido achado no lado brasileiro da fronteira, o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Foz do Iguaçu.

Trata-se de Sean Saraq, de 58 anos. Ele é canadense e morava em Montreal. Ele estava hospedado em um hotel em Puerto Iguazú, quando saiu na segunda-feira (17) com destino ao lado argentino das Cataratas do Iguaçu. Segundo testemunhas, ele teria caído nas águas do rio ao se desequilibrar ao tentar tirar uma selfie, próximo ao Salto Bossetti. Não se sabe, no entanto, se não teria sido cometido suicídio.

Ao perceber a demora do hóspede em retornar, a gerência do hotel comunicou a Polícia de Misiones sobre o desaparecimento de um turista canadense. O corpo foi encontrado no final da tarde de terça-feira (18).

No IML de Foz, peritos e integrantes da Polícia Científica precisaram extrair as impressões digitais para compartilhar com os colegas argentinos, confirmando a identidade de Sean Saraq.

Segundo a imprensa de Misiones, a hipótese de queda acidental em local proibido para selfie está praticamente descartada pelas investigações sobre a causa da morte, que continuam na Argentina. Não se sabe, ainda, quando o corpo será enviado ao Canadá para o sepultamento.

As informações são do Portal da Cidade Foz do Iguaçu.