Mais de 19 mil pessoas visitaram Parque Nacional do Iguaçu durante feriado

Durante os quatro dias de feriado da Padroeira do Brasil, de 9 a 12 de outubro, o Parque Nacional do Iguaçu recebeu 19.124 visitantes, dos quais 96% eram brasileiros.

O dia de maior visitação foi no domingo (10) com 8.475 visitantes no parque. Os estados com maior presença foram: o Paraná com 7.511 visitantes, seguido de São Paulo (3.774), Santa Catarina (1.932), Rio Grande do Sul (1.451), Mato Grosso do Sul (1.149), Minas Gerais (635), Rio de Janeiro (464), Distrito Federal (215), Bahia (157) e Acre (155).

Retorno gradual dos estrangeiros

Turistas estrangeiros também visitaram o maior conjunto de quedas d’água do mundo. Ao todo, visitantes de 31 nacionalidades vivenciaram a experiência única. Depois dos brasileiros, na ordem, paraguaios, espanhóis, argentinos, colombianos, estadunidenses, peruanos, australianos, coreanos e alemães foram os mais representativos numericamente, durante o feriado.

O colombiano Frank Kamargo aprovou a experiência de se conectar com a natureza das Cataratas do Iguaçu, no Parque Nacional do Iguaçu. “O parque é muito belo, muito imponente. As características geográficas o fazem único. A atenção e cordialidade dos funcionários são diferenciais. Maravilha que retornarei e recomendo.”

Marco das 3 Fronteiras

Outro ponto turístico de Foz da Iguaçu também teve muitas visitas durante o feriado. O Marco das 3 Fronteiras recebeu 8.224 visitantes entre os dias 9 e 12 de outubro. Durante a visita, os turistas e moradores puderam curtir diversas atividades culturais que fizeram parte da programação especial para as crianças no atrativo.

Assim como o Parque Nacional do Iguaçu, o dia com o maior número de visitantes foi domingo (10), quando 3.083 pessoas contemplaram as três fronteiras e todas as suas atrações. Essa marca é a maior desde a reabertura do Marco, em agosto de 2020.

Entre os 8.224 visitantes, a maioria foi de brasileiros, do Paraná, seguido por São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Pará e Espírito Santo.

Foto: Kiko Sierich