Para celebrar Dia Nacional da onça-pintada, pesquisador é homenageado no Parque Nacional do Iguaçu

O Dia Nacional da Onça-pintada, espécie símbolo de conservação da biodiversidade no Brasil, é celebrado nesta segunda-feira (29). A data é uma lembrança para a união de esforços em ações de divulgação sobre a importância ecológica, econômica e cultural do felino.

A onça-pintada é o animal mais importante para o equilíbrio do ecossistema, sendo uma espécie-chave para a manutenção da biodiversidade e no topo da cadeia alimentar, considerada o maior carnívoro das Américas. Onde tem onça tem condição de vida adequada para os outros animais.

Nos últimos dez anos, Brasil e Argentina trabalharam juntos no monitoramento da população de onças-pintadas da região do parque com censos bianuais. Os esforços conjuntos de todos contribuíram para o crescimento do número de indivíduos na região.

Entre o Parque Nacional do Iguaçu (Brasil) e o Parque Nacional Iguazú (Argentina), a espécie saltou de uma população efetiva estimada em 50 indivíduos em 2008 para 90 indivíduos em 2016. O Projeto Onças do Iguaçu e o Proyecto Yaguareté (Argentina) trabalham em uma parceria pela conservação das onças-pintadas na região.

O registro de novas onças mostra a qualidade ambiental e o equilíbrio do ecossistema do Parque Nacional do Iguaçu.

Em celebração a data especial, nesta segunda-feira, às 17 horas, o eterno amigo da onça, o pesquisador Peter Crawshaw, ganhará uma homenagem no Parque Nacional do Iguaçu. em Foz do Iguaçu. A antiga base de pesquisa do parque será batizada de Memorial Peter Crawshaw Jr. Peter, que morreu em 2021. Ele foi o pioneiro no estudo das onças no Brasil e no parque. O resultado do seu trabalho até hoje orienta os esforços para a conservação das onças-pintadas no mundo.