Parque Nacional do Iguaçu fecha primeiro semestre com recuperação gradativa de visitantes

O primeiro semestre de 2021 chegou ao fim trazendo expectativas otimistas para o segundo semestre do ano, em relação à visitação turística no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Espera-se uma recuperação gradual do movimento turístico na atração natural conhecida mundialmente por abrigar as Cataratas do Iguaçu, maior conjunto de quedas d’água do planeta.

Em junho de 2021, a unidade de conservação recebeu 27.739 visitantes, um aumento de 12% em comparação ao mês anterior, quando 24.632 pessoas visitaram o Parque Nacional do Iguaçu. Em um comparativo dos últimos meses de 2021, a visitação mostra uma recuperação gradativa. Em março, o parque recebeu 15.143 visitantes; em abril foram 20.018 visitas; já em maio, 24.632 turistas passaram pelo local.

No fechamento total dos seis primeiros meses do ano, o Parque Nacional do Iguaçu recebeu 208.360 viajantes, de 91 nacionalidades. Brasileiros, principalmente das regiões Sudeste e Sul, lideram o ranking nacional. Depois do Brasil, lideram o movimento de recuperação: Paraguai, Estados Unidos, França, Alemanha, Rússia, Colômbia, Argentina, Espanha e México. O Chile completa o rol de dez países.

Patrícia e Tiago, de Brasília, fazem parte dos visitantes que escolheram um destino seguro para as férias. “Está sendo tudo uma surpresa. O dia está tão espetacular, tão maravilhoso que parece um sonho. Está valendo muito a pena a viagem, curtimos muito a visitação neste período. Não achávamos que seria tão bom!”

O casal brasiliense recomenda a visita pela proteção sanitária que o parque apresenta. “Achamos tudo muito tranquilo. Não atrapalha em nada o turismo na cidade. Tudo normal, sempre com máscara. O álcool em gel para higienizar as mãos em todos os pontos e respeitando o distanciamento. Recomendamos a visita, aproveitamos bastante.”

Como é a visita neste período?

Para ir ao Parque Nacional do Iguaçu, os visitantes devem comprar o ingresso, exclusivamente on-line, no site oficial. O público precisa adquirir o bilhete e agendar o dia e o horário da visita, disponível na plataforma.

O parque está aberto para visitação turística de terça-feira a domingo, das 9 horas às 16 horas. A unidade mantém o trabalho de sanitização de todo o circuito turístico e controle individual de acesso de todas as pessoas que a visitam, com uma barreira sanitária instalada no Centro de Visitantes.