Pessoas em situação de rua começam a ser imunizadas contra o coronavírus

A campanha de vacinação contra o coronavírus em Foz do Iguaçu começou a imunizar, nesta quarta-feira, 30, a população em situação de rua. Segundo a Secretaria de Assistência Social, cerca 400 pessoas estão cadastradas na base de dados e deverão receber a vacina da Janssen, com dose única.

Esta primeira etapa foi realizada no Centro Pop (Centro Especializado de Assistência Social para a População em Situação de Rua) do Jardim São Paulo e irá seguir pelos próximos dias em pontos estratégicos, como casas de passagem. O passo seguinte será a busca ativa e vacinação nas ruas – caso haja pessoas não cadastradas, elas também receberão doses.

Anna Marques, 38, celebrou a conquista dessa proteção. “É muito gratificante poder ser imunizada e ter essa oportunidade. Fico sem palavras para traduzir a felicidade. Só tenho a agradecer a Deus, aos médicos e enfermeiros”, disse.

Sara da Conceição, 19, também foi contemplada com a dose única e elogiou o avanço da vacinação. “Eu me sinto muito feliz por tomar a vacina, que tanta gente espera. Mas dá para ver que eles estão se esforçando bastante para que todo mundo tome. Tenho gratidão a todos que estão sempre nos ajudando”, comemorou a jovem.

A secretária de Saúde, Rosa Jeronymo, comenta que, assim como os caminhoneiros, a dose única da Janssen foi destinada a esse público por conta da dificuldade do retorno para a segunda dose e pelos riscos que correm nas ruas.

“Nossa estratégia encarou como prioridade imunizar esse público, para não só protegê-los do coronavírus, mas também realizar um acompanhamento posterior e atendê-los com os serviços de saúde necessários”, informou.

Consultório na Rua

A equipe de saúde responsável pela aplicação integra o programa Consultório de Rua, uma  parceria entre Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social e apoio da Unila (Universidade Federal da Integração Latino Americana), por meio do curso de medicina. A iniciativa levará serviços da atenção primária à pessoas em situação de vulnerabilidade.

Além da aplicação da dose, os moradores também passarão por um primeiro acompanhamento, para os profissionais conhecerem melhor os moradores de rua e realizarem um acompanhamento e assistência.  

“Estamos começando a fazer essas intervenções de cuidado em saúde com esse público-alvo. Aproveitando a campanha de vacinação, estamos nos aproximando e conhecendo o perfil, para saber quem são e quais necessidades possuem, bem como problemas de saúde, caso tenham, para intervir com consultas e medicamentos”, contou a médica do programa, Cirleine Costa Couto.

O secretário de Assistência Social, Elias Souza, conta que as equipes do programa estarão nas ruas, onde essa população fica concentrada, para garantir esse suporte.

“Estamos reforçando essa assistência no período de frio, onde esse atendimento a pessoas em situação de rua se faz ainda mais necessário. Esse comprometimento com quem precisa deve fazer parte de toda a gestão, garantindo políticas públicas de proteção”, reforçou.

Informações da Prefeitura de Foz do Iguaçu