Ganhadores do Redação Nota 10 participam de premiação em visita a Curitiba

Os estudantes e professores premiados no concurso Redação Nota 10, que aconteceu em outubro de 2021, estão em Curitiba para visitar pontos turísticos e receber certificados. Nesta quarta-feira (11), fizeram uma visita guiada a exposições em cartaz no Museu Oscar Niemeyer e conheceram o Centro Histórico da capital. Em seguida, participaram da cerimônia de premiação, que aconteceu no Memorial de Curitiba.

Entre os premiados, está o estudante de 14 anos Ademir Karahí Martines, do Colégio Estadual Indígena Kuaa Mbo’e, em Diamante d’Oeste. Os professores e alunos da escola, que fica na aldeia indígena Tekoha Anetete, usam a plataforma Redação Paraná para praticar a escrita e fazer a correção de textos.

Em sua redação, Ademir propôs maneiras de combater o racismo. “Primeiramente, temos que ter respeito pelo diferente, como nós, indígenas. É preciso tratar como iguais, porque somos iguais, é só a cultura que é diferente”, disse o estudante.

José Alves é professor de Ademir e conta que seus alunos estão se saindo bem na plataforma. “Com projetos como o Redação Paraná, o aluno tem vontade de estudar mais. E é importante que eles tenham cada vez mais oportunidades de estudar”, disse o professor, que leciona o guarani.

Ao todo, foram premiados 64 estudantes da rede estadual — dois de cada um dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NRE) ao redor do estado, sendo um aluno do ensino fundamental e outro do ensino médio.

Os estudantes do ensino fundamental escreveram artigos de opinião sobre o tema “Como combater o preconceito e a desigualdade étnico-racial na sociedade brasileira”. Já os do ensino médio fizeram texto dissertativo-argumentativo sobre “Como preservar o meio ambiente sem prejudicar o desenvolvimento econômico”.

Quanto aos professores que orientaram os estudantes na produção das redações, também foram premiados os 64 com os melhores resultados — dois de cada NRE, um do ensino fundamental e um do ensino médio.

Redação Paraná

O objetivo do concurso Redação Nota 10 é engajar os estudantes na elaboração de textos por meio da Redação Paraná, uma plataforma para o desenvolvimento de produção textual que trabalha de forma integrada com o professor. Com inteligência artificial baseada em mais de 2,5 mil regras de linguagem, a plataforma corrige a parte gramatical do texto, enquanto o professor fica responsável por corrigir a parte discursiva e subjetiva.

Além de identificar erros de ortografia, pontuação, redundância, semântica e sintaxe, por exemplo, a ferramenta traz explicações sobre os erros cometidos, propõe uma pontuação prévia para os textos e tem um mecanismo que evita o plágio, impedindo as opções copiar/colar.

A proposta, portanto, é beneficiar tanto os estudantes, que poderão treinar e aperfeiçoar a escrita para alcançar melhores resultados nas redações (sejam as da escola, do vestibular ou do Enem), quanto os professores, que poderão focar na argumentação e nas ideias do texto, devido à pré-correção rápida e otimizada feita pela ferramenta.

Informações da Agência Estadual de Notícias