Operação do Gaeco combate jogo de bicho em cinco cidades do Paraná

Na manhã dessa quinta-feira (27), o Ministério Público do Paraná (MPPR) deflagrou a Operação Azimute, que tem o objetivo de desarticular quadrilha voltada à exploração do jogo do bicho, corrupção e lavagem de dinheiro.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra nove pessoas em 12 endereços nas cidades de Imbituva, Prudentópolis, Ivaí, Colombo e Curitiba. Cumpridas por agentes do Núcleo Regional de Ponta Grossa do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Promotoria de Justiça de Imbituva, as ordens foram expedidas pela Vara Criminal de Imbituva.

Segundo as investigações do Gaeco, que começaram em 2020, o grupo é responsável por uma grande rede de bancas de jogo do bicho em diversas cidades do estado e utiliza várias empresas para a lavagem do dinheiro obtido com a contravenção, como postos de gasolina, distribuidoras de bebidas e casas lotéricas.

Com a medida, o MPPR pretende também averiguar a informação inicial de que contraventores eram protegidos por agentes públicos locais, o que poderá caracterizar os crimes de corrupção e prevaricação.