Homem grava vídeo mostrando abuso sexual contra cachorra no Paraná

A Delegacia do Meio Ambiente da Polícia Civil investiga um caso bárbaro de crueldade contra os animais no interior do Paraná. Na cidade de Ivaí, região dos Campos Gerais, um homem foi autuado depois da divulgação de um vídeo onde ele aparece abusando sexualmente de uma cachorra.

O caso foi divulgado pelo delegado Matheus Laiola, responsável pela investigação do caso. Ele esteve na casa do suspeito e divulgou vídeos da ação no local. Em um primeiro momento, o homem tenta se esquivar das perguntas do delegado e disse que tudo não passou de uma brincadeira, mas acaba confessando que praticou sexo com a cadela.

Nas redes sociais, o delegado fez um desabafo contra a legislação ambiental brasileira. “O suspeito confirmou que cometeu o crime, mas infelizmente ficamos de mãos atadas. A lei é extremamente branda para quem comete crimes relacionados a maus-tratos em animais nesse país”, protesta.

“Passou da hora de corrigir esta questão, pois confesso que fica a sensação de quem estamos enxugando gelo, ou seja, não vai dar em nada”, complementa Laiola. Ele reforça que o abusador não ficou preso porque não houve flagrante, já que o crime foi cometido dias atrás.

O caso segue sob investigação e, caso ele seja condenado, pode pegar até cinco anos de prisão. No entanto, o comandante da Delegacia do Meio Ambiente destaca que “na prática, infelizmente a tendência é ele não vai dormir um dia na cadeia”.