Ladrão de carro reage a abordagem e morre em confronto com a PM

Um assaltante morreu depois de se envolver num tiroteio com a Polícia Militar na região do Contorno Norte, em Curitiba. Ele é suspeito de ter roubado um carro no bairro Água Verde, também na capital, e teria reagido a uma abordagem do Serviço Reservado da PM nas proximidades do viaduto da Volvo, perto da rua Eduardo Sprada. Até a publicação desta matéria, ele ainda não tinha sido identificado oficialmente.

De acordo com a PM, o suspeito passou a ser monitorado a partir do roubo a um carro na CIC. Uma mulher chegava a um centro de estética quando foi rendida por dois homens armados. Os dois chegaram de moto até o local do crime e renderam a vítima, colocando a arma na nuca da mulher e obrigando-a a entregar o carro. Um dos bandidos pegou o automóvel, enquanto o outro fugiu com a moto.

Os policiais passaram a monitorar o veículo e conseguiram encontrá-lo perto do Contorno Norte. De acordo com a capitã Carolina Ferraz Zancan, “apesar das tentativas de abordagem, não foi possível e o sujeito começou a investir contra a equipe, primeiro tentando jogar o carro contra o veículo dos policiais e, posteriormente, realizando os disparos obrigando a atuação da equipe policial”.

O suspeito foi atingido e não resistiu aos ferimentos. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a Polícia Científica esteve no local do tiroteio para realizar a perícia. Os policiais ainda apreenderam uma arma de brinquedo e um revólver calibre 32 que foi usado no confronto com a polícia.