Tiroteio contra possíveis membros de facção termina com cinco suspeitos mortos

Cinco supostos membros de uma facção criminosa foram mortos em uma troca de tiros com a Polícia Militar neste fim de semana na cidade da Lapa, na região metropolitana de Curitiba. Eles estariam planejando matar o integrante de um grupo criminoso rival, segundo a polícia, mas o plano foi desvendado pelas autoridades antes de ser colocado em prática, resultando no confronto.

O Setor de Inteligência da PM indicava que o grupo ligado a uma facção criminosa estaria na cidade da Lapa planejando a execução do desafeto. A equipe Rone tentou fazer a abordagem, mas os criminosos reagiram e começaram a trocar tiros com os policiais. Todos os bandidos morreram na hora.

Com o grupo, os policiais encontraram cinco armas de fogo, entre elas, pistolas de calibres de uso restrito e seletor de rajada. As circunstâncias que envolveram o caso são apuradas por meio de inquérito policial militar, que será encaminhado ao Ministério Público do Paraná.

Ainda de acordo com a PM, a ação ocorreu como desdobramento da investigação de outros casos envolvendo o mesmo grupo, como o Tribunal do Crime, quando a PM evitou a morte de um homem de 33 anos em Pontal do Paraná em agosto do ano passado. Nesse caso, o integrante de outra facção criminosa tinha sido sequestrado e torturado.