Linha do Lazer retoma atividades para crianças e idosos em Curitiba

O programa Linha do Lazer, que estava suspenso desde 2016, foi retomado nesta semana em Curitiba. Coordenadas pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), as atividades serão levadas todas as terças e quintas-feiras, das 14h30 às 16h, em escolas de educação especial, casas de longa permanência, Centros de Referência da Assistência Social (Cras), Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).

O Linha do Lazer foi criada no ano de 1993, na primeira gestão do prefeito Rafael Greca (DEM). Neste programa, a Prefeitura leva as brincadeiras até o público – diferente de outras ações recreativas da Prefeitura, como o Lazer na Rua XV, onde as pessoas vão até as atividades.

A volta do programa foi feita na Escola de Educação Especial São Camilo – Ihoepar, no bairro Santa Cândida, que atende adolescentes e adultos de 15 a 68 anos com deficiência intelectual. 

As próximas edições serão feitas na Casa de Passagem Padre Pio, na Praça Plínio Tourinho, no dia 26 de abril, e no Lar Dona Iracy, no Alto Boqueirão, no dia 28 de abril. 

“O objetivo é democratizar as atividades de lazer e recreação e levar as ações para o maior número de pessoas possível. Serão sempre atividades direcionadas conforme o público que vamos atender. Em asilos vamos focar mais na ginástica laboral e atividades manuais”, exemplica o diretor de Lazer da Smelj, Jean Emmanuel Kulcheski.

Na Escola São Camilo, os estudantes dançaram coreografias feitas pela equipe do Lazer e brincaram nos jogos gigantes de tabuleiro, de ping-pong e minifutebol. Cerca de 70 estudantes participaram das atividades na tarde desta terça-feira (19).

A pedagoga da escola, Claudirene Schilibe, explicou que as atividades ajudam no desenvolvimento emocional, social e cognitivo dos estudantes. “É uma atividade muito boa para eles, com interação e bem direcionadas. Eles gostam”, afirmou Claudirene. 

Informações da Prefeitura de Curitiba