Mãe acusa ex-marido de tentar sufocar filho de dois anos com travesseiro

A mãe de uma criança, de dois anos, acusa o ex-marido, um fisiculturista de 38 anos, de tentar matar o menino sufocado com um travesseiro, no Dia dos Pais. A criança é enteada do homem.

A mulher fez a denúncia na segunda-feira (22) no 12º Distrito Policial de Curitiba, em Santa Felicidade.

A situação aconteceu por volta das 22 horas do dia 14 de agosto. A mulher conta que preparou a mamadeira para o filho e o deixou na cama do casal. Em seguida, ela foi tomar banho. A mãe relata que chegou a ligar o chuveiro, mas não entrou.

Ela saiu do banheiro e não viu o filho na cama. Procurando pelo filho, ela diz que entrou em outro quarto e viu o marido debruçado em cima do bebê, segurando um travesseiro no rosto da criança.

Nesse momento, a mulher fala que pulou no homem, batendo e arranhando. Quando conseguiu pegar o filho no colo, ele já estava desmaiado. A mulher conta que conseguiu fazer a criança acordar e que após despertar, ele vomitou.

Depois do ocorrido, ela pegou os filhos e foi embora da casa. O fisiculturista mandou uma mensagem para ela dizendo que não queria matar ninguém, mas que seria um tentativa de educar a criança.

De acordo com o advogado de defesa da vítima, o casal começou a namorar em junho de 2021. Eles casaram em abril deste ano. Além da criança de dois anos, ela também tem um filho mais velho, de 11 anos. Já o fisiculturista tem uma filha, de 3 anos.

Não há imagens das agressões. Mas as outras crianças teriam testemunhado o ocorrido.

O acusado foi interrogado na tarde de terça-feira (23). O inquérito policial está tramitando na Vara de Infrações Penais contra Crianças.

Antes desse episódio, a mulher também acusa o homem de dar uma cabeçada nela, que teria machucado seu nariz.