Mais de 2 mil cães e gatos serão atendidos pelo CastraPet Paraná nesta semana

O Castrapet Paraná, programa permanente de esterilização de cães e gatos pertencentes a famílias de baixa renda ou entidades cuidadoras, passará por 11 municípios nesta semana e fará a castração gratuita em cerca de 2 mil animais. A ação é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), e conta com o apoio das prefeituras, responsáveis pelas inscrições das famílias tutoras e de entidades. A meta é chegar neste ano à marca de 50 mil animais esterilizados desde o início do programa, em 2019.

Os trabalhos desta semana iniciaram nesta segunda-feira (07) em Porecatu, no Norte do Paraná. As equipes de médicos veterinários também passarão por Alvorada do Sul (Norte), na terça-feira (08); Bocaiúva do Sul, Região Metropolitana de Curitiba, de terça a sábado (08 a 12); Marechal Cândido Rondon (Oeste), na terça-feira (08); Ibiporã (Norte), quarta e quinta-feira (09 e 10); Pato Bragado (Oeste), quarta-feira (09); Quatro Pontes (Oeste), quinta-feira (10); Mercedes (Oeste), sexta-feira (11); São Sebastião da Amoreira (Norte), sexta-feira (11); Guaíra (Oeste) e Itambaracá (Norte), ambas sábado (12).

É necessário que os animais fiquem em jejum de oito horas de alimentos e de quatro horas de líquidos antes da cirurgia.

Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Everton Souza, a esterilização gratuita de cães e gatos deriva da preocupação do governo paranaense com a saúde pública, em especial com a dos animais.

“O grande objetivo é atender as famílias de baixa renda do Paraná para evitar ninhadas indesejadas que causam problemas sérios aos animais e ao ambiente urbano. Se conseguirmos fazer com que os tutores de baixa renda tenham acesso à castração, prevenimos problemas de saúde dos animais e das pessoas que convivem com eles e também com o meio ambiente”, afirmou.

O animal sai da cirurgia já com microchip eletrônico de identificação. O tutor, por sua vez, recebe a medicação pós-operatória e orientações sobre a importância da vacinação, vermifugação e visitas periódicas ao veterinário.

Até março do ano que vem, a expectativa é atender 275 municípios – 68% do total de 399 cidades paranaenses. O investimento no programa é de R$ 15,6 milhões, oriundos do Tesouro Estadual e de emendas parlamentares.

Cirurgias são gratuitas e não podem ser comercializadas

A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo orienta os tutores e instituições que cuidam de animais em situação de vulnerabilidade a ficarem atentos ao comércio de cirurgias realizadas pelo CastraPet Paraná. Os recursos já estão disponibilizados pelo Governo do Estado e por emendas parlamentares e as cirurgias são gratuitas.

A secretaria orienta que a população, ao ter conhecimento de que as cirurgias foram comercializadas, a qualquer valor, deve denunciar por meio da Ouvidoria da Sedest, pelo telefone: 41 3304-7775, ou pelo Instituto Água e Terra (IAT).

Informações da AEN