Pai da bailarina Magó morre após acidente em Mandaguari

O publicitário Maurício Borges, pai da bailarina Magó, assassinada em 2020, morreu na madrugada desrta terça-feira (16) após três dias internado. Ele sofreu um grave acidente na PR-444, entre Marialva e Mandaguari, no último sábado (13).

O carro onde Maurício estava foi atingido por outro veículo que invadiu a pista na contramão. Ele foi socorrido e entubado ainda na rodovia, com três fraturas nas pernas. Nesta madrugada o homem teve uma complicação e morreu no hospital.

Maria Glória Poltronieri Borges, a Magó, foi encontrada morta em janeiro de 2020 em uma chácara em Mandaguari, no Norte do Paraná, onde estava acampando. O laudo do IML comprovou que ela sofreu violência sexual e foi estrangulada.