‘Atirador do açougue’ vai a júri popular nesta quinta em Maringá

O júri popular de Edinaldo Ferreira da Silva, que ficou conhecido como ‘atirador do açougue’, ocorrerá no Fórum de Maringá, nesta quinta-feira, 11. Ednaldo é acusado de ter assassinado Adelson Donizete Ferraz, de 41 anos, no interior de um açougue localizado na avenida Brasil, no ano de 2017.

À época, durante o ocorrido, Edinaldo teria tido um desentendimento com funcionários do açougue quando, momentos antes de deixar o estabelecimento, realizou diversos disparos de arma de fogo, que resultou na morte de uma pessoa e deixou outra ferida.

O atirador do açougue e a vítima fatal, Adelson Donizete Ferraz, não se conheciam. De acordo com informações, Ednaldo teria efetuado os disparos para ‘intimidar’ os funcionários do local.

Segundo a denúncia realizada pelo Ministério Público do Paraná, Ednaldo será julgado por cinco tentativas de homicídio, três delas por homicídio triplamente qualificado com dolo direto (quando se tem a intenção) e por duas por dolo eventual (quando se tem a intenção, mas se assume o risco). O processo corre na 1º Vara Criminal de Maringá.

Desde o início da pandemia ocasionada pela Covid-19, o acusado cumpria prisão domiciliar, utilizando uma tornozeleira eletrônica, pois segundo a defesa de Edinaldo, o réu possui comorbidades e, na época, estar preso representava um risco à saúde dele.

Com informações do portal GMC Online.