Polícia prende homem que colocou fogo em pensionato em Maringá. Uma pessoa morreu

A Polícia conseguiu prender o homem que colocou fogo em um pensionato em Maringá e casou a morte de uma mulher de 25 anos. Outras três pessoas ficaram gravemente feridas, tendo 90% do corpo queimado.

O suspeito, de 41 anos, confessou o crime. Ele teria afirmado que não pretendida causar a morte de ninguém. O homem contou aos Policiais que sua intenção era dar um susto em um usuário de drogas que estava no pensionato.

O caso

De acordo com a Polícia Militar, o incêndio começou no início da tarde deste domingo (13).

Imagens de câmeras de segurança gravaram um indivíduo que chega na residência por volta da 13h20 e sai de lá às 13h40. Assim que ele deixa o local, a casa começa a pegar fogo.

Diversas viaturas do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para atender a ocorrência. Segundo relatos de testemunhas, houve muita gritaria e pânico.

Cerca de oito pessoas estavam no pensionato no momento em que as chamas começaram.

Antes do incêndio acontecer, de acordo com a PM, houve uma discussão no pensionato. Teriam sido escutados estampidos similares a armas de fogo.

As vítimas que conseguiram sobreviver foram encaminhadas ao hospital.