Novo modelo de placa preta no formato Mercosul é lançado para veículos de coleção

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) e a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) lançaram no sábado (22) a nova placa preta para veículos de coleção no modelo Mercosul. A placa é resultado de uma solicitação feita por colecionadores de veículos antigos, especialmente a Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA), que contou com a participação, direcionamento e orientação do Detran-PR, e encaminhada posteriormente para a Senatran.

A Secretaria acatou o pedido e abriu consulta pública para definir, junto à população, o modelo mais adequado. O objetivo foi alterar a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que dispõe sobre as novas placas de identificação. O texto proposto buscou prever a utilização restrita em território nacional da placa preta para carros que mantenham 80% de originalidade.

O evento de sábado reuniu mais de 100 veículos antigos, entre carros, motocicletas, caminhões e ônibus que ficaram em exposição no estacionamento do Palácio Iguaçu, em Curitiba.

Foto: José Fernando Ogura/AEN

“Não é uma questão estética e nem financeira. A placa preta é uma questão histórica. Cada carro antigo carrega sua história, sua família, e o que o colecionador quer é um reconhecimento oficial do cuidado e da atenção. E esse é o lado bonito do serviço público. Receber o pleito da sociedade, entender e transformar em ações de governo”, disse o diretor-geral do Detran-PR, Wagner Mesquita.

Representando todos os colecionadores, o presidente da FBVA, Altair Manoel, agradeceu o retorno da placa preta. “Para nós colecionadores é um prêmio que o automóvel recebe. Um prêmio pelo trabalho que o proprietário tem, de arrumar, manter da forma como ele saiu de fábrica. Hoje, depois de muito trabalho, conseguimos fazer ela voltar”, comemora Manoel.

A resolução alterada (887/2021) foi publicada pela Senatran em dezembro de 2021 e entrará em vigor em 1º de junho de 2022.

Informações da Agência Estadual de Notícias