Operação busca presos que descumpriram regras da tornozeleira eletrônica

Em ação conjunta deflagrada na manhã desta quinta-feira (1º), agentes das polícias Penal, Civil e Militar foram às ruas com a missão de cumprir 75 mandados de prisão contra presos monitorados pela tornozeleira eletrônica. Os alvos dos policiais são detentos que descumpriram as regras do monitoramento ou que cometeram novos crimes mesmo usando o dispositivo.

Aproximadamente 200 policiais participam da operação, controlada no Centro Operacional da Cidade de Polícia com desdobramentos nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa, Guarapuava, Londrina, Maringá, Cruzeiro do Oeste, Francisco Beltrão, Cascavel e Foz do Iguaçu.

Com o cumprimento dos mandados, os presos perdem o benefício de usarem a tornozeleira eletrônica e voltam para o regime fechado.

De acordo com a polícia, os alvos da operação cometeram infrações como o descumprimento das regras da monitoração eletrônica, rompimento do equipamento, fim de bateria, descumprimento de horários e perímetro permitido, não comparecimento em juízo quando solicitado e até novos delitos em nome deles ou outra condenação que aguardava em liberdade pelo processo.