Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
24.4ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Palco Flutuante na Ópera de Arame recebe músicos durante Oficina de Música

Redação

Redação

O Palco Flutuante, na Ópera de Arame, vai fazer parte da programação da Oficina de Música de Curitiba entre os dias 25 de janeiro a 4 de fevereiro. Chamado de Circuito Off, o evento terá atrações dos mais variados gêneros musicais no Vale da Música.

Foto: Divulgação

Durante o período da Oficina, diariamente às 15h20 – com exceção do dia 25, que acontece às 10h – artistas e alunos que vêm de outros estados e países se juntarão a músicos locais para oferecer uma programação diferenciada aos amantes de música instrumental que estiverem passando na Ópera.

Exposição na Ópera de Arame

E para quem for curtir o Circuito Off no espaço ainda será possível conferir três exposições que acontecem na Ópera. A primeira delas é a mostra “Do Ritmo ao Algoritmo”, que reconta a história da música e traz 15 painéis gigantes. A exposição resgata a trajetória musical mundial por meio do olhar dos artistas e ilustradores curitibanos Clayton Jr., Caio Zero e Fernanda Bornacin.

A outra exposição é o Ciclo de Exposições “Afetos Urbanos e Cidades Possíveis”, que desde o início de 2022 vem reunindo artistas locais contemporâneos e traz olhares diversos sobre Curitiba. Organizada por ciclos, a mostra vem lançando luz para o olhar da produção jovem e contemporânea expresso na fotografia, nas artes digital e urbana.

Por fim, os amantes de arte poderão visitar a exposição “O Curso das Coisas”, que possibilita uma reflexão sobre a relação entre natureza e arte, em que doze artistas participam com obras que vão da fotografia ao vídeo e instalações e performances. As obras percorrem a trilha do teatro, proporcionando uma experiência sensorial para os visitantes.

Confira a programação do Circuito Off

25/01 (às 10h) – Claire Michel Quartet – Grupo francês representante da vanguarda do jazz europeu, traz a saxofonista Claire Michael acompanhada de Jean-Michael Vallet ao piano, Patrick Chartolle no baixo e Zazá Desidério na bateria.

26/01 – Fábio Peron bandolim, Sérgio Coelho trombone e Fofo Black bateria. Grandes nomes da música instrumental brasileira se reúnem pela primeira vez. O baterista maranhense traz sua riqueza rítmica de sua terra natal para se juntar aos virtuoses instrumentistas num encontro ímpar.

27/01 – Djangada Trio – Trio londrino de piano/baixo/bateria traz a tradição dos lendários trios de samba-jazz da década de 1960 em novas leituras de grandes clássicos da MPB e também composições próprias.

28/01 – André Ribas acordeon e Fábio Peron bandolim – O encontro destes grandes instrumentistas traz o sabor de uma sincera troca cultural. De um lado a tradição gaúcha e do outro o legado do choro brasileiro, ambos na sua mais moderna versão adaptado a influências diversas trazem um resultado inusitado.

29/01 – Joel Müller violão, Sérgio Coelho trombone e Fofo Black bateria – A mistura cultural brasileira representada neste encontro com músicos provenientes de diferentes regiões do país. O repertório de MPB Instrumental é o pano de fundo para que a alquimia da música aconteça, conduzida por mestres em seus instrumentos.

30/01 – Tangará Trio – Novos talentos da cena jazz instrumental da cidade mostram suas composições e ainda algumas versões de grandes obras da nossa música. Rhuan Rodrigues bateria, Jean Quevedo piano e Leo Montenegro baixo trazem para o público arranjos criativos e novos experimentos sonoros.

31/01 – Paulinho Siqueira sax, Mário Conde guitarra e Thiago Duarte baixo. O saxofonista recém chegado de anos morando nos Estados Unidos e Europa mostra o talento lapidado em palcos e estúdios internacionais, ao lado de grandes nomes da cena local, relembram clássicos do Jazz e da música brasileira.

01/02 – Gustavo Kraemer teclado, Lucas Fê bateria e Maria Paula flauta. O trio gaúcho vem mostrar um trabalho sensível de composições próprias e arranjos influenciados principalmente pela cultura musical do sul do Brasil.

02/02 – Josias Pimentel guitarra, Robby Gianella bateria e Wagner Bennert baixo – Esta parceria internacional iniciou-se numa Oficina de Música há alguns anos atrás e fundiu guitarra catarinense com bateria italiana e baixo curitibano de uma maneira tão harmoniosa que permanece re-unida a cada nova edição do evento.

03/02 – Apresentação dos alunos da turma de viola com a professora paulistana Laís de Assis

04/02 – Apresentação dos alunos da turma de Pífano com o professor Alexandre Rodrigues

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia