Professores mortos em acidente em Palmeira são identificados

* Matéria atualizada no dia 13 de agosto, com atualizações nos cargos educacionais das vítimas.

Os nove agentes da educação que estavam na van envolvida em um grave acidente na BR-376 na noite desta quinta-feira (11), em Palmeira, foram identificados. Eles saíram de Cambará e estavam indo para Curitiba para uma conferência da APP-Sindicato.

Seis funcionários morreram e outros três estão internados em hospitais de Ponta Grossa Eles eram de Cambará, Santo Antônio da Platina e Barra do Jacaré. O motorista da van também morreu no local.

Veja a identidade dos professores e do motorista vítimas do acidente:

  • Miguel Henrique Melo – motorista de Jacarezinho.
  • Andreia Lemes Santana. Andreia era Agente Educacional do Estado do Paraná, no Colégio Estadual Maria Francisca de Souza, em Barra do Jacaré.
  • Maria Aparecida da Cunha – Barra do Jacaré. Ela era Agente Educacional, presidente da APAE de Barra do Jacaré e sindicalista da APP-Sindicato. Morreu a caminho do Hospital do Rocio, em Campo Largo.
  • Ederson Camiloti – Santo Antônio da Platina. Professor.
  • Joana Darc Franco Bertoni – Santo Antônio da Platina. Professora.
  • Lucilene Prates Tomas Saidler – Santo Antônio da Platina. Funcionária administrativa de escola.
  • Silvia Regina Gomes – Santo Antônio da Platina. Professora.

Professores internados em hospitais de Ponta Grossa:

  • Maria das Graças de Oliveira – Cambará
  • Juliano César Teixeira – Cambará
  • Fernanda S. Nogueira Teixeira – Cambará

O acidente

Um acidente envolvendo uma van e um caminhão deixou sete pessoas mortas e três feridas na noite desta quinta-feira (11) na BR-376, em Palmeira, na região da Colônia Witmarsum. As vítimas fatais estavam na van, que era de professores que vinham de Cambará para uma conferência da APP-Sindicato, em Curitiba. O motorista e mais seis pessoas morreram. Outros três profissionais estão internados em hospitais de Ponta Grossa.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo bateu na traseira do caminhão, carregado com caixas de leite, no km 544.

Após a batida, o caminhão arrastou a van por cerca de 40 metros. O caminhoneiro só percebeu o acidente após ser avisado por outro motorista que o veículo estava enroscado na traseira.

Cinco pessoas e o motorista morreram na hora do acidente e uma professora morreu a caminho do hospital.

O motorista do caminhão foi ouvido e liberado na Delegacia de Palmeira. Ele não estava embriagado.

A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente.