Paraná fecha semestre com geração de 90 mil empregos com carteira assinada

O Paraná manteve em junho o forte crescimento na geração de empregos e se consolidou como maior polo de contratações com carteira assinada do Sul do País. Foram mais de 90 mil contratações ao longo do primeiro semestre de 2022.

Levantamento feito pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e divulgado nesta quinta-feira (28) pelo Ministério do Trabalho e Previdência, revelou que o Estado abriu 14.061 postos formais no mês passado, resultado de 144.112 admissões e 130.051 desligamentos. Foi o quarto maior saldo do País, atrás apenas de São Paulo (80.267 vagas), Minas Gerais (31.092) e Rio de Janeiro (22.922), os estados mais populosos da Federação.

Com seis resultados positivos em sequência, o Paraná fechou o semestre com crédito de 90.119 contratações, novamente o quarto melhor desempenho do Brasil, imediatamente após São Paulo (385.464), Minas Gerais (140.319) e Rio de Janeiro (104.144). Santa Catarina, com 84.367 vagas, finalizou na quinta posição. Já o Rio Grande do Sul apareceu em oitavo, com 74.480.

No acumulado de 12 meses, de julho de 2021 a junho de 2022, o Estado também segue com o melhor resultado da Região Sul, com um saldo de 152.049 postos de trabalho formais, contra 132.526 do Rio Grande do Sul e 131.069 de Santa Catarina.

Geração de emprego nos municípios

Dos 399 municípios paranaenses, 265 fecharam junho com saldo positivo na abertura de vagas, o que corresponde a 66% do total. Em 11 deles, o número de contratações e de demissões foi o mesmo, com um saldo igual a 0. As outras 123 cidades (30,5%) tiveram saldo negativo no período.

Os municípios com o maior saldo de contratações foram Curitiba (6.295), São José dos Pinhais (866), Londrina (769), Ponta Grossa (669), Maringá (504), Araucária (390), Cascavel (338), Cianorte (292), Campo Mourão (271), Colombo (263) e Francisco Beltrão (233).

Dados nacionais

O Caged revelou que o Brasil fechou o mês de junho com um saldo de 277.944 empregos formais (com carteira assinada), resultado de 1.898.876 de contratações e 1.620.932 desligamentos. No acumulado do ano, foi registrado saldo de 1.334.791 empregos, decorrente de 11.633.347 admissões e de 10.298.556 desligamentos.

Acompanhe o desempenho do Paraná na geração de empregos:

Junho 2022

  • São Paulo: 80.267 postos
  • Minas Gerais: 31.092
  • Rio de Janeiro: 22.922
  • Paraná: 14.061
  • Mato Grosso: 13.376
  • Bahia: 13.079
  • Goiás: 12.358
  • Paraná: 9.833
  • Santa Catarina: 9.676
  • Ceará: 9.605
  • Rio Grande do Sul: 8.037

2022 (acumulado)

  • São Paulo: 385.464 postos
  • Minas Gerais: 140.319
  • Rio de Janeiro: 104.144
  • Paraná: 90.119
  • Santa Catarina: 84.367
  • Bahia: 76.525
  • Goiás: 76.416
  • Rio Grande do Sul: 74.480

Paraná mês a mês

  • Janeiro: 19.489
  • Fevereiro: 28.556
  • Março: 5.104
  • Abril: 9.142
  • Maio: 13.767
  • Junho: 14.061
  • Total: 90.119