Paraná promove mutirão de serviços para pessoas com deficiência na segunda-feira

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), realizará na segunda-feira (17) um Mutirão de Serviços aos PCDs (Pessoas com Deficiência), em parceria com a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (Fepe), em Curitiba.

A Fepe é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), sem fins lucrativos, com atuação nas áreas da saúde, educação e prevenção, e mantém projetos de destaque, como o Serviço de Referência em Triagem Neonatal, mais conhecido como Teste do Pezinho, e a Escola Ecumênica, que presta atendimento Clínico e Educacional para Pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla.

“Os mutirões têm dado um ótimo resultado pois proporcionam às pessoas sem acesso a computadores e internet fazerem o escaneamento dos documentos, entrar nos sites para a emissão de documentos e tantos outros serviços”, disse o chefe do Departamento de Políticas para Pessoa com Deficiência da Sejuf, Felipe Braga Côrtes. “Além disso, os servidores poderão auxiliar as pessoas na obtenção da carteira para aqueles que têm Transtorno do Espectro Autista”.

Durante o dia, das 8h30 às 16h30, os técnicos do Departamento de Políticas para Pessoa com Deficiência atenderão as famílias para orientar sobre os direitos das pessoas com deficiência, além de emitir o Passe Livre Intermunicipal e da Carteira do Autista (CIPTEA).

Serviço

Mutirão de Serviços para PCDs (Pessoas com Deficiência).

Local: Fepe (Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional) – Avenida Prefeito Lothário Meissner, 836 – Jardim Botânico – Curitiba

Horário: 8h30 até 16h30

Confira os documentos necessários:

Para a emissão do Passe Livre Interestadual

Requerimento de Passe Livre Intermunicipal.

Ficha da avaliação socioeconômica.

Laudo médico de avaliação fornecido por profissional habilitado no SUS – com CID 10 da patologia.

Uma foto 3×4 (recente e sem danos).

Cópia da carteira de identidade (RG).

Cópia do cadastro de pessoa física (CPF).

Cópia do comprovante de residência.

Comprovante de rendimentos de todos os membros do núcleo familiar.

Documentos dos acompanhantes.

Cópia da carteira de identidade (RG) de até três pessoas, maiores de 18 anos, quando houver prescrição médica da necessidade de acompanhante.

Para a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIPTEA)

Documento RG, CPF do autista.

Documento RG, CPF do responsável.

Fotografia do autista digitalizada, e deve ser a mais recente possível. Serão aceitas apenas fotos nas proporções usadas para documentos e com boa resolução para impressão.

Laudo Médico digitalizado. O laudo deve conter os dados do paciente, a Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados a Saúde (CID) e assinatura e carimbo de identificação com CRM do médico responsável.

Exame de tipo sanguíneo digitalizado, que pode constar em qualquer documento emitido por órgão público de Saúde, como carteira de vacina.

Informações da Agência Estadual de Notícias