Paraná promove o primeiro Dia de Empregabilidade LGBTI+ nas Agências do Trabalhador

O Governo do Paraná promove nesta terça-feira (17), Dia Internacional contra a Homofobia, o primeiro Dia de Empregabilidade LGBTI+, como parte das ações do Mês do Trabalhador. No estado, 23 Agências do Trabalhador darão prioridade no atendimento a esse público. Em Curitiba será realizado o Mutirão de Empregos com 888 vagas em 19 empresas de diversos setores, com apoio da Agência do Trabalhador da Cultura, que terá vagas específicas na área cultural.

Ao longo da terça-feira, as Agências do Trabalhador do Paraná darão atendimento prioritário para o público LGBTI+ na intermediação de mão de obra com vagas específicas, atualização cadastral na rede Sine (Sistema Nacional de Emprego), acesso ao Seguro-Desemprego, e inscrições nos programas gratuitos de qualificação profissional como as Carretas do Conhecimento e o Recomeça Paraná.

“Precisamos vencer o preconceito. O Paraná é um estado que cuida das pessoas. As políticas públicas para populações específicas como os LGBTI+, idosos, indígenas, seja na área de emprego e capacitação profissional, ou na área de assistência social, são fundamentais para atender toda a população. Ninguém pode ser esquecido”, afirmou o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Rogério Carboni.

Foto: SEJUF

“Essa é uma política que dá muito certo, a gente faz um trabalho prévio de sensibilização das empresas para captação de vagas específicas para que o público-alvo já saia contratado neste dia. Nos baseamos no sucesso que foi o primeiro Dia de Empregabilidade Negra em 2021, o Dia N, um exemplo que o Ministério do Trabalho está levando para o resto do País”, disse Suelen Glinski, chefe do Departamento de Trabalho do Sejuf.

Em Curitiba, o Mutirão de Empregabilidade LGBTI+ contará com 888 vagas em 19 empresas das áreas de alimentação, serviços, mercados, comércio, logística e cultura. Os atendimentos serão realizados na Agência do Trabalhador de Curitiba, na rua Pedro Ivo 503, das 8h às 16h, porém as senhas ficarão disponíveis a depender do movimento. 

Serão disponibilizadas vagas nas empresas Agnes RH, Amil, Assaí, Belinati, Café do Teatro, Condor, Diversa Produções, GD9, Grupo Cena Hum, Hamburguey, Instituto Internacional Arayara, Leroy Merlin, McDonald’s, RH Nossa, Services, Softmarketing, Verdant e Vivo.

“Fizemos questão de dar esse passo a mais. Além de aderir ao Dia de Empregabilidade LGBTI+, fomos atrás do setor produtivo atrás de vagas para realizar esse mutirão. É um dia importante para discutir acesso ao mercado de trabalho desse público”, disse Rafael Santos, gerente da Agência do Trabalhador de Curitiba.

AGÊNCIA DO TRABALHADOR DA CULTURA – A Agência do Trabalhador da Cultura, primeiro Posto Avançado da Agência do Trabalhador voltada ao segmento criativo no Brasil, também participará do Dia de Empregabilidade LGBTI+, com cadastramento de novos trabalhadores da Cultura que buscam recolocação e empresas que têm vagas destinadas ao público LGBTI+.

“Nossa taxa de sucesso garante às empresas que as vagas disponíveis encaminhadas para a ATC sejam preenchidas com facilidade. Agora, nossos esforços estão na direção de aproximar os serviços da agência aos empresários, produtores locais e nacionais e agentes culturais”, conta Raphael Dotto, gestor da Agência do Trabalhador da Cultura.

A Agência do Trabalhador da Cultura funciona em anexo à Sala do Artista Popular, na Superintendência-Geral da Cultura, na rua Saldanha Marinho 240, no Centro de Curitiba. Além do atendimento presencial, os candidatos também poderão ser atendidos pelo WhatsApp, (41) 3321-4743, ou e-mail [email protected]

MUTIRÕES TEMÁTICOS – Os LGBTI+ são o terceiro público específico a receber um dia temático. O Dia da Empregabilidade Negra ocorreu no dia 25 de novembro de 2021 e se repetirá neste ano. As Pessoas com Deficiência há muitos anos são atendidas em dias específicos.

“Teremos nos próximos meses o mutirão de empregos para pessoas com 50 anos ou mais, em Curitiba, e outros dias temáticos que alcançarão todas as 216 Agências do Trabalhador e 183 postos avançados, como o Dia do Primeiro Emprego, Dia de Empregabilidade PCD e Indígena também”, completou Suelen.

Informações da Agência Estadual de Notícias