Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
19.1ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Paranaguá fará parte de projeto da Anatel para envio de alertas de desastres

Redação

Redação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai começar a testar em 2023 um novo sistema de mensagens de emergência de desastres, que atualmente são enviadas pelos órgãos de Defesa Civil aos cidadãos pré-cadastrados nas suas regiões. Serão feitos testes para que tais mensagens apareçam na tela do celular de forma sobreposta e destacada de outros conteúdos, gerando obrigatoriamente algum tipo de interação. O objetivo é aumentar o potencial de prevenção de riscos de impactos de situações de emergência.

Foto: Roberto Dziura Jr/AEN

Segundo o órgão nacional, o Paraná estará entre os testes. Eles serão feitos com as prestadoras de telefonia celular e órgãos de Defesa Civil nos municípios de Paranaguá, Anápolis (GO), Petrolina (PE), Parauapebas (PA), Juiz de Fora (MG), Angra dos Reis (RJ) e Petrópolis (RJ). São 6.028 pessoas cadastradas na cidade paranaense, apenas 3,86% da população local. Em 2022, 95 alertas foram enviados para a cidade.

Com a mudança, as pessoas cadastradas no município receberão o alerta de uma forma diferente. A mensagem agora surgirá com prioridade na tela, garantindo que o usuário leia a mensagem e clique nela, até para ela sair da tela. Com isso, há uma confiança maior de que a mensagem de alerta chegará às pessoas dentro do tempo esperado. Apenas mensagens de eventos considerados extremos serão enviadas nesta modalidade.

Há uma discussão nacional sobre melhorias nos sistemas de alerta à população. O atual sistema, com mensagens direcionadas pela Defesa Civil Estadual, passou a vigorar em 2017. Na época, o Paraná foi um dos três estados do piloto a testarem a metodologia. Na ocasião, cinco municípios foram escolhidos para o cadastro e envio dos alertas. 

Alerta da Defesa Civil do Paraná

Desde então a Defesa Civil do Paraná monitora os eventos climatológicos e envia os alertas para a população por meio do sistema disponibilizado pelo governo federal. Nele são inseridas as informações relativas às áreas que podem ser afetadas e quais os eventos que podem atingir a região. Os alertas são distribuídos às operadoras, que os reencaminham para os celulares cadastrados. O Paraná é o quinto estado em número de população cadastrada, segundo a Anatel.

O sistema vem sendo aprimorado e atualmente há outras ferramentas disponíveis no Paraná, como o envio de alertas pelo Telegram e pelo WhatsApp, implementados para aumentar a quantidade de pessoas atingidas, desde que elas façam o cadastro. 

A Anatel e a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil trabalham com as operadoras para a implementação de uma outra tecnologia de alertas, na qual não será necessário realizar o cadastro. É o chamado cellbroadcasting, em que a mensagem é enviada a partir da localização do usuário que, se estiver dentro da área do alerta, receberá automaticamente a informação. Esta tecnologia está prevista para ser implementada em dezembro deste ano.

Como receber os alertas da Defesa Civil

Para receber os alertas é necessário fazer um cadastro. O cidadão pode se inscrever em qualquer uma das formas de envio de alerta.

Informações da Agência Estadual de Notícias

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia