Metaverso e o novo consumidor serão destaques da Mercosuper

Fazer compras de supermercado por meio de um avatar e utilizando Óculos de Realidade Virtual pode parecer cena de filme ou de um futuro distante, mas muitas empresas já estão se preparando para este momento. O assunto será abordado na Mercosuper 2022, que acontece de 5 a 7 de abril no Expotrade Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A feira apresentará as principais tendências, lançamentos e soluções para o segmento.

Um estudo recente realizado pelo instituto Kantar Ibope Media apresentou resultados que apontam que 6% dos brasileiros que usam a Internet, o equivalente a 4,9 milhões de pessoas, já transitam por alguma plataforma de Metaverso. Este número demonstra que já existe um público habilitado, convencido e ativo para este meio esperando apenas a disponibilização de uma nova plataforma que unifique serviços, compromissos, experiências e interações.

A primeira palestra magna da feira (5 de abril, às 13h30) trará o empreendedor digital Walter Longo com o tema “Metaverso – Onde você vai viver e trabalhar em breve”. Segundo o palestrante, o Metaverso é uma nova realidade no espaço virtual que vai alterar nosso modo de viver, consumir, estudar e trabalhar. “Não é a tecnologia que está mudando, ela está apenas permitindo uma mudança social, uma mudança de mentalidade. A grande revolução não é quando adotamos novas tecnologias, mas quando adotamos novos comportamentos e a sociedade está mudando, e não apenas nas cidades grandes”.

Para demonstrar esta efemeridade do consumidor, um dos expositores da Mercosuper, a RP Info, montará um supermercado tecnológico e presenteará os visitantes com um Gift Card SigaCred para conhecerem o espaço HIPELAB e degustar as diversas soluções e novidades tecnológicas reunidas no local. O HIPELAB é um instituto de pesquisa, desenvolvimento e inovação do HIPE Innovation Center, que tem a RP como sponsor e está localizado em Curitiba, no coração do Vale do Pinhão.

O HIPELAB, inclusive, já está na vanguarda do Metaverso ao utilizar tecnologia para criar uma experiência imersiva de compras e de gestão por meio de aplicações web e óculos VR, possibilitando demonstrações, testes e uma alta visibilidade de marca para o público-alvo.

O presidente da Apras, Carlos Beal, conclui destacando que o setor supermercadista é feito de pessoas e para pessoas, mas que a tecnologia tem sido uma resposta aos anseios do próprio consumidor. “Para o sucesso de um negócio é essencial que os consumidores estejam no centro de todas as tomadas de decisão e é evidente o quanto eles anseiam por rapidez nas entregas, fluidez nas compras e uma interação entre o online e o offline”.