Polícia prende três suspeitos da morte de venezuelano que ‘mexeu’ com mulher de traficante

Dois homens e uma mulher foram presos na manhã desta quinta-feira (7) suspeitos de envolvimento na morte do venezuelano Fernando Andres González, morto a tiros no dia 13 de junho, na Cidade Industrial de Curitiba. O crime teria acontecido porque a mulher não gostou de um ‘flerte’ praticado pela vítima.

Segundo o delegado Thiago Nóbrega, da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), González teria mandado um beijo para a mulher. Ela não gostou e contou para o namorado, conhecido na região por estar envolvido com tráfico de drogas.

O homem foi até a pensão onde a vítima morava e, junto com um amigo, espancou o venezuelano. O colega atirou na cabeça de González.

Um dos suspeitos não apresentou resistência ao ser preso. Já o outro tentou fugir pulando em telhados, mas foi pego. Os dois tinham extensa ficha criminal.

Já a mulher se entregou, acompanhada de um advogado. Ela não tinha antecedentes.

Os dois homens e a mulher vão responder por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.