Policiais civis do Paraná recebem uniformes do Governo pela primeira vez em 169 anos

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) finalizou a entrega dos kits de uniformes operacionais para os seus profissionais em todo o Estado. Historicamente, os policiais civis do Paraná sempre tiveram de comprar com recursos próprios as vestimentas necessárias para o uso em operações. Agora, pela primeira vez, a PCPR forneceu um kit completo com camiseta, suéter, calça, cinto e bota, atualizados com a nova identidade visual da instituição.

Em menos de um mês, todos os delegados, escrivães, investigadores e papiloscopistas, que fizeram a solicitação, receberam o conjunto. A entrega foi concluída em setembro.

O uniforme tem como objetivo modernizar e ampliar a segurança, além de garantir aos servidores um equipamento de qualidade para o uso diário na execução das ações policiais. O novo uniforme está de acordo com o Manual de Identidade Visual da PCPR, contendo o novo projeto gráfico estabelecido pela instituição. O uniforme integra uma série de iniciativas dentro do plano estratégico que busca a padronização e normatização da identidade visual da corporação.

Assim como nos uniformes, a presença da nova identidade visual também já pode ser vista nas viaturas, na sinalização das unidades, na papelaria e também no site e nas redes sociais da PCPR.

Os policiais civis do Paraná agora contam também com uma nova identidade funcional. A novidade foi anunciada oficialmente pelo delegado-geral, Silvio Jacob Rockembach, na celebração dos 169 anos da PCPR, no último dia 28 de setembro, em Curitiba. Na ocasião, os chefes das divisões da PCPR receberam das mãos do diretor do Instituto de Identificação do Paraná (IIPR), delegado Marcus Vinicius Michelotto, as primeiras cédulas emitidas através do novo sistema.

Fabricada em forma de cartão plástico, a nova identidade funcional contém, além da foto e dos dados já disponíveis no modelo anterior, informações adicionais como Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e a data de validade do documento, proporcionando a imediata identificação do portador. Também conta com a tecnologia do QR Code, que permite comprovar os dados do documento, o que evita fraudes e proporciona mais segurança não só ao policial civil, mas à população.

Os policiais aposentados também terão suas identidades funcionais substituídas pelo novo modelo, já que as inovações não alcançam somente quem está na ativa, mas também aqueles que contribuíram no passado para que a PCPR se tornasse referência nacional em segurança e modernidade.

Informações da Agência Estadual de Notícias