Polícia prende advogado por posse ilegal de arma de fogo no Paraná

Um advogado de Ponta Grossa foi preso em flagrante pela Polícia Civil nesta segunda-feira (20) por posse ilegal de arma de fogo. Ele foi flagrado com um revólver, uma garrucha e uma arma de brinquedo a partir de investigação da Polícia Civil que apurava possíveis crimes de ameaça cometidos pelo profissional.

De acordo com o delegado Fernando Jasinski, responsável pela investigação, os policiais descobriram que o advogado teve problemas na negociação de um veículo e passou a ir atrás não só da pessoa com quem o veículo foi negociado, mas também de seus familiares.

As pessoas ameaçadas mostraram áudios e fotos enviados pelo homem, inclusive imagens em que ele aparecia segurando um revólver em frente à casa das vítimas. Uma delas também alegou que vizinhos viram homens dando tiros em frente à residência.

Durante as buscas em um estabelecimento comercial, na casa do suspeito e em seu escritório de advocacia, os policiais encontraram os objetos – o advogado ainda tentou jogar uma das armas pela janela quando a polícia chegou, mas o revólver foi recuperado.

A Comissão de Prerrogativas da Subseção de Ponta Grossa Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PG) acompanhou a operação da polícia. O advogado responderá por posse ilegal das arma de fogo e as investigações relacionadas às ameaças continuam.