Médico é espancado até a morte no Paraná; suspeito acionou o socorro

Um médico de 44 anos foi espancado até a morte na cidade de Prudentópolis, na área central do Paraná. O crime aconteceu neste domingo (5) e, segundo a Polícia Militar, o autor foi preso pouco tempo depois. Ele mesmo teria acionado os primeiros socorros.

O jovem de 19 anos disse à polícia que foi atacado pelo médico Fábio Maia e revidou as agressões. Quando percebeu que a vítima estava desacordada, acionou o Corpo de Bombeiros, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois.

O rapaz disse ainda que tinha um caso com o médico e que estava drogado no momento do crime. Na casa da vítima, os policiais apreenderam celulares do médico e do autor e encontraram manchas de sangue no quarto.

O caso gerou grande comoção no município e a Prefeitura de Prudentópolis emitiu nota lamentando o ocorrido. “Dr. Fábio nos deixa como legado o seu admirável trabalho em favor da Saúde dos munícipes de Prudentópolis e seu exemplo de profissional dedicado e ético”.

Informações do Intervalo da Notícia.