‘Quando bebia era outra pessoa’: pai de mulher morta em bailão fala sobre o genro

O pai de Francislaine de Camargo Santos, morta pelo namorado na madrugada desta quinta-feira (8) durante um bailão no bairro Campo Comprido, em Curitiba, falou sobre o ex-genro. Em entrevista ao programa Tribuna da Massa, ele afirmou que Anivaldo Galdino dos Santos ‘era outra pessoa’ quando consumia bebidas alcoólicas.

Francislaine foi morta com um golpe de estilete no pescoço depois de discutir com o companheiro e se recusar a ir embora da festa que eles estavam. Depois de golpear a namorada, Anivaldo usou o mesmo estilete para acertar o próprio pescoço em uma tentativa de tirar a própria vida. Ele sobreviveu, foi levado ao hospital e será preso assim que receber alta médica.

Segundo o pai da vítima, o relacionamento do casal era instável, porque o homem consumia bebidas alcoólicas e mudava de comportamento: “Quando ele bebia ele era outra pessoa, era violento demais. Provocava, xingava, fazia o que queria”.

O crime

De acordo com a Polícia Militar, o casal tinha ido para a festa e o homem decidiu ir embora mais cedo. Anivaldo discutiu com a companheira, deixou a mulher para trás e foi embora. No entanto, minutos depois, ele voltou armado com um estilete e acertou um golpe no pescoço da namorada. Na sequência, ele golpeou o próprio pescoço com a mesma arma.

Equipes de socorristas foram acionadas, mas a mulher de 33 anos não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. O homem foi socorrido e levado em estado grave até um hospital da cidade.