Adolescente surta, pega arma do padrasto e faz ameaças

Nesta terça-feira (14), equipes policiais fizeram negociações com um adolescente, 14 anos, que entrou em surto e estava armado. A situação começou por volta das 9 horas da manhã, quando o jovem estava em casa com a mãe, no bairro João Paulo Segundo, no município de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba.

O menino pegou a arma do padrasto e começou a fazer ameaças. Após ouvirem gritos e tiros, os vizinhos acionaram a polícia. Cerca de 40 policiais, entre militares, equipes do Bope e a Guarda Municipal do município tentaram controlar a situação e negociar com o adolescente.

Depois de seis horas, ele decidiu se render. O major Sérgio Augusto Silva relatou que o jovem estava com medo das consequências, mas decidiu sair da casa. Ele estava sozinho na residência, pois no meio da manhã, a mãe saiu do local por iniciativa própria.

Durante a negociação com a polícia, o adolescente falou que problemas familiares e na escola foram os motivos que o levaram ao surto.

A arma usada por ele, uma pistola calibre 380, foi apreendida. Segundo o major, ela é registrada.

Uma vizinha da família relatou que o adolescente é amigo da filha dela, mas que tem problemas psicológicos. De acordo com ela, o adolescente tem poucos amigos na escola.

O adolescente foi encaminhado ao Hospital Angelina Caron e, na sequência, irá para a delegacia explicar o ocorrido.

A mãe do jovem voltou para casa com o auxílio de amigos. Segundo familiares, ela está grávida.