Rodovias atingidas pelas chuvas no Paraná recebem serviços emergenciais do DER

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) alerta os condutores quanto à necessidade de seguir com cautela pelas rodovias do Estado durante este período de fortes chuvas. Além de prejudicar a visibilidade, o excesso de água sobre a pista pode causar danos pontuais ao pavimento, reduzindo a trafegabilidade.

Técnicos de todas as regionais do DER/PR já estão percorrendo a malha rodoviária estadual verificando essas ocorrências e acionando as equipes de conservação, que fazem serviços emergenciais de tapa-buracos em todos os pontos críticos, garantindo mais segurança e conforto aos usuários.

Outras intervenções mais duradouras já estão sendo programadas para execução assim que as condições climáticas permitirem. “Toda a malha rodoviária do Paraná conta com serviços de conservação por meio de programa do DER/PR, contrato específico ou administração direta. As nossas rodovias estão sendo monitoradas e as melhorias necessárias realizadas e programadas conforme possível, já que intervenções mais definitivas não podem ser feitas sob chuva”, disse o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Fernando Furiatti.

Ele reforçou que os condutores devem seguir com cautela redobrada neste momento, devido à visibilidade da sinalização prejudicada e menor aderência do pneu à pista.

PROGRAMAS – A maioria das rodovias administradas pelo DER/PR recebe serviços dos programas Conservação de Pavimentos (COP) e Conservação e Recuperação com Melhorias do Estado do Pavimento (Cremep), iniciativas mais antigas, cujos contratos estão sendo substituídos pelo programa Proconserva, a medida que se encerram.

O Proconserva é um programa intermediário do DER/PR, visando garantir a conservação e boas condições de segurança das rodovias estaduais, enquanto está em elaboração o próximo programa de conservação. Para esta nova iniciativa estão em desenvolvimento projetos que irão contemplar soluções mais modernas, embasadas por uma cuidadosa análise das condições do pavimento da malha estadual. Será uma nova modelagem para este tipo de contrato, com indicadores de desempenho e resultados mais eficazes e duradouros.

Atualmente estão vigentes dez lotes do Proconserva, um investimento de R$ 216.999.608,63, e já estão em licitação outros 12, com um orçamento estimado de R$ 692.516.710,82.

Há ainda em andamento o programa Integra Paraná, que executa serviços de conservação nas rodovias estaduais do antigo Anel de Integração, durante este intervalo em que está em elaboração o novo programa federal de concessões. São cinco lotes neste programa, com investimento de R$ 93.491.447,26.

E para os usuários das rodovias federais e estaduais antes concedidas está disponível o serviço de operação de tráfego rodoviário, com guinchos mecânicos, veículo de inspeção, veículo de apoio ao Corpo de Bombeiros, entre outros, um investimento de R$ 89.644.998,24. Estes serviços podem ser acionados pelo telefone 0800-400-0404 gratuitamente, 24 horas por dia, 7 dias por semana, inclusive em feriados.

Outros R$ 33.999.260,51 estão sendo investidos em 12 contratos de conservação de rodovias não pavimentadas, cuja trafegabilidade é mais vulnerável aos efeitos da chuva. Nestes casos são realizados principalmente os serviços de patrolamento e reconformação do leito das pistas.

Informações da Agência Estadual de Notícias