Motorista que fez conversão irregular em SJP dá nova versão do acidente: “Não roubei a moto”

O motorista que fez uma conversão proibida e causou um acidente no bairro Del Rey, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), deu uma nova versão do que aconteceu.

O condutor assumiu que fez a conversão pois havia esquecido o celular em casa e precisava buscar. Durante a manobra, o jovem de 19 atingiu o veículo.

Após a batida, ele desceu do carro e viu que o piloto estava bem. Na sequência, o pai da vítima foi ao local e afirmou que queria acertar as contas da moto.

“Não peguei a moto por conta, o pai dele disse que queria resolver a situação da moto. Daí eu falei para ele levar o filho ao hospital que eu levo a moto para casa para depois arrumar”, disse o motorista.

A discordância entre o pai do jovem e o motorista começou após ele querer que o condutor levasse a moto a uma oficina específica. Porém, o homem queria fazer três orçamentos para ver qual sairia mais em conta, argumento que não foi aceito pelo pai do piloto.

O motorista reforça, ainda, que a motocicleta foi colocada na caminhonete junto com o pai e o filho para ele levar para arrumar: “Foi um acordo, não houve roubo”, diz a advogada do motorista.