Chefe do tráfico é morto com mais de 150 tiros de fuzil no Paraná

sertaneja, homicídio sertaneja, chefe do tráfico executado, traficante executado, traficante morto, traficante morto paraná, traficante morto sertaneja, 

O homem apontado como chefe do tráfico de drogas entre o Brasil e o Paraguai foi executado com mais de 150 tiros de fuzil nesta semana na cidade de Sertaneja, região Norte do Paraná. Cleber Riveros Segovia, conhecido como Dogão, foi morto em um condomínio de luxo na Represa Capivara.

Dogão estava com a esposa e duas crianças quando a casa foi invadida pelos bandidos. Moradores de Ponta Porã (MS), eles estavam na cidade há pelo menos 15 dias.

O imóvel onde eles estavam hospedados foi invadido por pelo menos dez homens, que chegaram ao condomínio de barco e renderam toda a família. Os assassinos trancaram a mulher e as crianças em um cômodo da casa, voltaram até o local onde o chefe do tráfico estava e atiraram dezenas de vezes com fuzis e metralhadoras.

A Polícia Civil trabalha na investigação do caso e a hipótese mais provável é que a execução esteja ligada ao tráfico de drogas, levando em conta a ficha policial da vítima da execução e a brutalidade com que o crime foi cometido. 

Até a publicação desta matéria, não havia informações sobre a identificação dos autores.