Temporal quebrou mais de 500 postes no Oeste e Noroeste do Estado

Equipes de emergência, manutenção e obras da Copel seguem em campo neste sábado (16), dando continuidade aos trabalhos de recuperação das redes elétricas danificadas pelo segundo pior temporal já enfrentado na história da empresa.  As chuvas desta sexta-feira (15) dificultaram a execução dos trabalhos e provocaram novos estragos. Já foram contabilizados 508 postes quebrados, nas duas regiões.

Na região Oeste, até o momento foram encontrados 270 postes quebrados. A situação mais grave se encontra em Jesuítas, no Oeste, próximo a Assis Chateaubriand, onde cerca de 40 estruturas estão sendo substituídas em uma força-tarefa que conta com dezenas de trabalhadores. Duas carretas fazem o transporte dos postes para reposição em campo. Em toda a região, há 1.900 ocorrências para atendimento a 17 mil unidades consumidoras sem luz.

Na região Noroeste, 22 mil domicílios encontram-se desligados, boa parte deles em decorrência de um segundo temporal que atingiu a região no final da tarde desta sexta. O município de Terra Rica teve as duas fontes danificadas pela queda de árvores sobre as redes elétricas.  Ao todo, são 12 postes quebrados nas redes que chegam até a cidade, além de cabos rompidos nas redes urbanas e rurais dentro do município. O técnico local, Joede Correia de Araújo, relata que as equipes trabalharam durante toda a madrugada e que há a expectativa de religar a cidade nas próximas horas.

O município de Inajá também chegou a sofrer desligamento por conta das chuvas, devido a árvores sobre a rede, postes quebrados e cabos rompidos, mas já teve o fornecimento remanejado. Ainda na região, o município de Querência do Norte teve 54 postes quebrados é um dos que mais concentra serviços, nas áreas urbana e rural, inclusive em alguns locais em que o acesso ainda está dificultado.

A Copel lembra que, em dias de tempestades, deve-se manter distância de situações que possam oferecer riscos, como postes quebrados e fios rompidos. A falta de luz pode ser comunicada pelo SITE e aplicativo, pelo telefone 0800 51 00 116 e pelo WhatsApp 41 3013-8973. Há ainda a opção de enviar uma mensagem de texto (SMS) para o número 28593, com as letras “SL” e o número da unidade consumidora.

Informações da Agência Estadual de Notícias.