Pequenos restaurantes esperam alta de 35% no faturamento com Copa do Mundo

Os donos de pequenos negócios do ramo de alimentação estão otimistas com o aquecimento das vendas nos próximos meses. Dados do Sebrae apontam que os empresários esperam um crescimento de 35% do faturamento, impulsionado principalmente pelo início da Copa do Mundo, no dia 20 de novembro. 

Segundo a entidade, o setor de alimentação fora do lar reúne cerca de 1 milhão de negócios e gera 6 milhões de empregos diretos em todo o Brasil, o que representa atualmente 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB). Apesar do setor ter sido um dos mais impactados pela pandemia de covid-19, os empresários já veem uma recuperação.

Isso porque, na época, cerca de 335 mil negócios fecharam as portas e 1,3 milhão de trabalhadores foram demitidos. Agora, os empreendedores já registram um aumento de 25% na contratação, enquanto 60% dos empresários pretendem aumentar o quadro de funcionários nos próximos meses para atender a demanda de fim de ano.

Outro setor confiante em meio à Copa do Mundo é o varejo, que, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), deve movimentar R$ 1,48 bilhão durante o período. O número é 7,9% acima do volume registrado na Copa de 2018, quando foram faturados R$ 1,37 bilhão. 

Informações SBT News