PF faz ação de combate ao contrabando e tráfico no porto de Itaguaí

A Polícia Federal (PF) cumpre hoje (17) mandados da Operação Ártemis, que investiga esquema de corrupção na Receita Federal para a facilitação de contrabando e tráfico de drogas no Porto de Itaguaí, na região metropolitana do Rio. Segundo a PF, o esquema envolvia agentes públicos e empresários.

A 2ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro expediu dois mandados de prisão preventiva e 31 de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em casas e escritórios nas cidades do Rio de Janeiro e Itaguaí), além de São Vicente (SP), Belo Horizonte, Vitória e Maceió.

Também foi determinado o sequestro de bens e valores que ultrapassam os R$30 milhões.

De acordo com a PF, a investigação começou em 2020, depois que ações corretivas realizadas pela própria Receita Federal no Porto de Itaguaí constataram condutas suspeitas de servidores e outras pessoas.

Com o aprofundamento das investigações pela PF, constatou-se que havia a participação de várias pessoas em contrabando, facilitação de contrabando, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Informações Agência Brasil