Polícia civil faz operação em busca de autores de homicídio

O principal suspeito de ter praticado o crime foi preso em Santa Tereza do Oeste

O crime aconteceu no dia sete de fevereiro em frente ao Cemitério Jardins de Cascavel, localizado no início da estrada Chaparral. Conforme informações apuradas pela Polícia Militar, João Vitor Alves, de 18 anos, estava com amigos em uma tabacaria por volta das 4 horas da manhã. Por volta das 5h30 a amiga da vítima recebeu ligação de uma mulher que estava no local do crime, e disse que João havia sido alvo de disparos de arma de fogo. Ao chegarem ao endereço, amigos de João constataram o corpo do rapaz caído, já sem vida. Ele tinha ferimentos no pescoço causados por objeto cortante e marcas de tiro no peito.

Durante a Operação Reta Final foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão e um de condução coercitiva. Dois mandados de busca foram cumpridos em Cascavel, um em Boa Vista da Aparecida e os outros seis em Santa Tereza do Oeste.

O principal suspeito de ter praticado o crime foi preso em Santa Tereza do Oeste. O envolvido é investigado em mais dois crimes de homicídio. Conforme relatado, a vítima estava na motocicleta do jovem de 23 anos, quando foi alvejado.

Durante as ações desencadeadas hoje pela DH, foram apreendidos revólver, munições e porções de drogas. Os dois envolvidos foram encaminhados por posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. As investigações seguem para verificar se essas pessoas têm envolvimento no crime que resultou na morte de João Vitor. As ações foram realizadas pela Delegacia de Homicídios, com apoio do Grupo de Diligências Especiais (GDE) e Polícia Militar.

Veja mais detalhes sobre este caso na reportagem completa do Tribuna da Massa Foz do Iguaçu desta terça-feira (30):