Polícia prende acusados de tentar vender carro com motor roubado

O policial à paisana, que quase se tornou vítima dos suspeitos, tentava comprar um veículo por um grupo de vendas de um aplicativo de mensagens. Ele desconfiou do valor pedido pelo carro, muito abaixo do valor de mercado.

Segundo as informações repassadas pela Polícia Militar, enquanto negociava com os suspeitos, o homem verificou o número do chassi  com as placas do veículo, que eram os mesmos, mas, quando verificado o número do motor com as placas, o homem percebeu que os dados eram diferentes. 

A polícia fez a verificação dos dados do veículo no sistema e constatou que, de fato, o motor do carro havia sido roubado no Rio de Janeiro. Os dois suspeitos foram trazidos para a 6ª Subdivisão de Polícia e responderão pelo crime de receptação. Menos de duas horas depois de serem presos, os homens foram liberados.

Veja mais informações sobre este caso, assista a matéria completa do Tribuna da Massa Foz do Iguaçu desta quinta-feira (28):